Bar do Copa agora é MEE

Hotel Copacabana Palace inaugura novo restaurante pan-asiático e a arquitetura é assinada pelo elegante e competente campista Carlos Alberto Boecheintein. Para nossa alegria! Olha que bacana! (Fotos Vera Donato) 


O primeiro restaurante pan-asiático do Rio inaugurado no hotel Copacabana Palace. Batizado de MEE, nome feminino que significa beleza em Coreano, o novo espaço gastronômico ficou seis meses em reforma e teve o cardápio elaborado pelo sino-americano Ken Hom. O renomado chef vive entre a França e a Tailândia, onde comanda o restaurante Maison Chin Bangkok. Vencedor de diversos prêmios culinários, Hom ainda tem seu próprio programa no canal BBC e 36 livros publicados em diversas línguas.

O menu do restaurante é uma viagem pela gastronomia pan asiática com opções de pratos da cozinha tailandesa, cambojana, malasiana, singapureana, koreana, vietnamita, chinesa e japonesa. O consultor Ken Hom não poupou criatividade na elaboração do menu que criou junto com o chef do MEE, Rafael Hidaka. O paulistano de 31 anos é ex - Kinoshita e Osaka. Com experiência no exterior, Rafael já trabalhou no Japão, Peru e Argentina. Agora no Rio, Hidaka garante que o principal do restaurante será a qualidade e frescor dos alimentos.



Do sushi bar os clientes vão poder provar o SashiMEE que são 10 peixes especiais do chef como a enguia, caranguejo e a vieira na manteiga de trufa, ou as fatias de Kobe Beef ao molho ponzo. Hidaka também apresenta um molho shoyo especial para o sushi e outro diferente para o sashimi. Rafael e sua equipe passaram um período em Bangkok onde aprenderam técnicas da culinária asiática para serem utilizadas nos pratos. Como uma espécie de espeto de ferro que é usado no preparo da “Panceta de Porco crocante”. 

De entrada, os clientes vão poder experimentar, entre outros, a salada tailandesa picante com tangerina. Na escolha do prato principal, o pato crocante com copos de alface, o salmão cantonês ao vapor e o arroz frito com abacaxi. Para a sobremesa, os clientes podem experimentar frutas e doces com um toque asiático como a compota morna de manga com sorvete de baunilha e o crème brûlée de gengibre. Para acompanhar os pratos, o barman Paulo Freitas assina a carta de drinks e apresenta 18 criações, mas elege os três principais que traduzem o conceito do restaurante. Uma infusão de diferentes ingredientes como manga, vodka e especiarias, figo com camomila e gin, ou então essência de pato com bloody mary.



O restaurante também traz uma sommelier de saquê, Rejane Kawano que vai harmonizar pratos com os mais de 25 tipos diferentes da bebida. “Os saquês são importados do norte e do sul do Japão, nas regiões onde encontramos as melhores águas” explica Rejane. Ao final da viagem pelos drinks e pratos, o cliente pode tomar um chá personalizado escolhendo as essências que mais gosta com a assessoria do restaurante.


O gerente Felipe Ishihama comanda a casa e também é o responsável visual dos garçons. Felipe que é filho de japonês fez questão de desenhar tanto as suas roupas quanto de sua equipe. A inspiração dele é uma mistura da tendência asiática old couture com marcas consagradas como Alexander Wang e Balmain. A ideia é transformar uma roupa glamorosa e de alta costura, em algo funcional para o restaurante.

Além disso, Felipe elaborou o cheiro do MEE junto com um perfumista americano que é famoso por criar essências para ambientes especiais. “O MEE vai ter um cheiro único, energizante, mas ao mesmo tempo delicado e misterioso”.



A área de 190m2 traz uma decoração contemporânea inspirada na Ásia e apresenta dentre os seus 92 lugares, as famosas ‘cabines’ como nas teahouses chinesas que permitem uma maior privacidade aos clientes. As paredes são pintadas com o vermelho das porcelanas chinesas sang-de-boeuf e algumas divisórias palitadas em madeira têm a releitura de biombos asiáticos. Para compor, telas do artista belga radicado em Bangkok, Christian Develter, mostram rostos de traços orientais cobertos por pintura tribal. As cores fortes dos quadros dão um toque contemporâneo no restaurante.

Um longo balcão de pastilhas douradas localizado ao final do salão onde os clientes poderão sentar em volta e acompanhar o preparo dos sushis. Ao fundo, um painel de vidro separa o salão da “wok area” onde os chefes estão cozinhando. Ao fundo, uma playlist especial selecionada pelo Ken Hom toca Shangai lounge.

Hotel Copacabana Palace: Av. Atlântica, nº 1.702 – Copacabana.
Horário: aberto todos os dias de 19h até 1h.
Reservas: restaurantemee@copacabanapalace.com.br / (21) 2548-7070 ramal 8494


Manoela Gentil Bopp
FSB COMUNICAÇÕES
Website: http://www.fsb.com.br

POSTAR UM COMENTÁRIO //

 
© Copyright 2010-2016  ‣  Blog Carlos Frederico Silva  ‣  Tecnologia Blogger  ‣  Customizado por Studio UPSE7E